Quem Somos

A Igreja Cristã é a totalidade daquelas pessoas que crêem em Cristo como seu único Salvador. A Igreja está presente onde é pregada a palavra de Deus e administrados os Sacramentos.

A Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), fiel a esses príncípios, se reconhece como um conjunto de cristãos que confessam o nome de Cristo, conforme o ensino da Escritura.

O nome "Luterano" vem do Dr. Martinho Lutero, reformador da Igreja no século XVI. Ansioso por ter paz com Deus, não encontrou resposta nos ensinos da igreja de então. Aprofundou-se no estudo da Bíblia Sagrada e tornou-se Doutor em Teologia. Pela palavra bíblica de Rm 1.17: "O justo viverá por fé", Deus lhe concedeu a graça de ver que a salvação não é obra de homens, mas de Deus, realizada por Jesus Cristo e dada de graça para que todos creiam nisso.

Ao ensinar essa verdade e, por conseguinte, expondo também desvios no ensino da igreja de então, Lutero foi rejeitado pelos líderes eclesiásticos e excomungado. Ao tentar reformar a Igreja, deu-se origem à Igreja chamada Luterana. Somos herdeiros dessa reforma e mantemos os mesmos princípios do reformador: Sola Scriptura Sola Gratia Sola Fide: Somente a Escritura, Somente a Graça, Somente a Fé, para que Solus Christus (Somente Cristo) seja anunciado como fonte e destino da vida feliz com Deus e com o semelhante.

Nossa História

Em abril de 1931, os Reverendos Luteranos, Dr. Jahn, Augusto Heine e Rodolpho Hasse visitaram São Paulo e se convenceram de que a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) deveria enviar um missionário para esta cidade. Cinco meses depois foi instalado em São Paulo o primeiro pastor da IELB, o Rev. H. Klenke.

De imediato foram iniciados pontos de pregação nos bairros Ipiranga e Jardim Europa e em 1933 foram abertas escolas paroquiais, através das quais a IELB se consolidou aqui na capital paulista. Em 1937 foi organizada a Congregação Evangélica Luterana Concórdia, no então subúrbio de Indianópolis, sob a liderança do pastor Dr. Otto Goerl que aqui permaneceu até fins de 1939.

Em 1940 chegou o Rev. Ernesto Augusto Heine para ser seu guia espiritual, permanecendo oficialmente em atividade no seio desta Congregação até o ano 1990. Em novembro de 1980, o pastor Alaor Güths dos Santos, após quase sete anos trabalhando como missionário da IELB nas cidades portuguesas de Lisboa e Porto, regressou ao Brasil e assumiu o pastorado na CELC, onde permanece até hoje.

Datas marcantes em nossa História

 

1933

Foram abertas duas Escolas Paroquiais em São Paulo/SP e a IELB designou o pastor Rev. Otto Adolpho Goerl para dirigi-las.

1934

Foi enviado para São Paulo/SP o Professor Gastão F. Thomé para dirigir as duas Escolas (Centro e Ipiranga), liberando o pastor Rev. Otto Goerl ao desafio de fundar outra escola no bairro Indianópolis.

1935

Em 2 de agosto a Escola Concórdia de Indianópolis é registrada no Departamento de Ensino Particular de São Paulo/SP.

1937

É fundada a Comunidade Evangélica Luterana Concórdia de São Paulo/SP, tendo como seu primeiro pastor o Rev. Otto Adolpho Goerl.

1939

É chamado o pastor Rev. Ernesto Augusto Heine, formando deste ano, para conduzir os trabalhos na Comunidade e Escola. O pastor Goerl retorna a Porto Alegre/RS, para ocupar o cargo de Diretor do Seminário Concórdia da IELB.

1963

A CELC/SP inaugura o seu belo Templo, no dia 16 de junho.

 

1970

Nesta década os jovens realizaram uma campanha para levantar fundos e compraram um sino, o qual até hoje anuncia ao bairro o início de mais um culto dominical.

1974

Em 30 de abril, a Escola Concórdia encerra as suas atividades, em virtude da nova legislação escolar e por falta de recursos financeiros para se adequar a mesma.

1980

O pastor Rev. Alaor Güths dos Santos, após sete anos trabalhando como missionário da IELB em Lisboa e Porto, Portugal, regressou ao Brasil, chamado pela CELC/SP para ser seu segundo pastor. A sua instalação ocorreu no Culto do dia 11 de novembro de 1980.

1986

Início dos estudos ao projeto da reabertura da Escola Paroquial, com uma missão tríplice: Educar a criança - Semear a Palavra de Deus - Ajudar na Identidade Luterana.

1990

A partir do mês de julho, o pastor jubilar: Rev. Ernesto Augusto Heine, ficou oficialmente desobrigado de qualquer serviço à Paróquia, tornando-se pastor emérito da IELB. Voluntariamente, por mais algum tempo, o pastor Heine continuou prestando eventuais auxílios ao Rev. Alaor, então, pastor titular da CELC/SP.

1991

Em 14 de fevereiro deu-se início às aulas na Escola Luterana Concórdia de Educação Infantil (ELCEI), com 4 alunos, sob a responsabilidade da seguinte equipe: Vera Kasack, diretora; Roseli Neumitz, coordenadora pedagógica; Elaine Ilse Luithardt e Norma Iris Heine dos Santos, professoras; Alaor G. Santos, pastor capelão.

 

1994

Neste ano, o candidato ao ministério pastoral na IELB: teologando Sérgio Luiz Marlow, fez o seu estágio na CELC/SP. Atualmente, ele é pastor em Vila Velha/ES.

1997

Em 30 de novembro foi feita a dedicação do novo órgão adquirido pela CELC/SP, vindo da Itália, com pedaleira da Alemanha (Órgão Eletrônico Digital Sampliado) – em comemoração aos 60 anos de fundação!

2000

Estagiou conosco, Luciano Henrique Wolfgram, hoje pastor da IELB em Mundo Novo, MS.

2001

Estagiou conosco, Valdomiro Meyer Jacobsen, hoje pastor capelão em Canoas/RS.

2002

Estagiou conosco, Jorge Kruger, hoje pastor da IELB em Aristóbulo Del Valle, Argentina.

2003

Estagiou conosco, Jonas Guilherme Dolvitsch, hoje pastor da IELB em Três Coroas/RS

 

2005

Início com as obras de reforma, transformando o chamado “Lar das Senhoras” em apartamento para, futuramente, servir como domicílio a um segundo pastor.

2006

Estagiou conosco, Audie Lomar de Oliveira, atualmente usufruindo bolsa de estudo em Saint Louis, Missouri, USA. A ELCEI celebrou 15 anos, tendo como professoras: Cristiane Hoffman (Diretora), Ana Töfoli (Coordenadora) e Norma I. Heine dos Santos.

2007

Cumpriu seu ano de estágio pastoral conosco, o bacharel Ismael Isaque Verdin. As obras de reforma na casa do ajudante geral e o apartamento para um futuro segundo pastor prosseguiram. Atividades ao longo do ano assinalaram os 70 anos da Congregação, cujo ápice foi no mês de outubro com a apresentação de uma bela Cantata executada pelo Coro Concórdia e uma Orquestra contratada.

2008

As obras na casa do ajudante geral e o apartamento para um segundo pastor foram concluídas. O nosso pedido de estagiário não pode ser atendido pela Igreja neste ano. No primeiro domingo do mês, enquanto o pastor Alaor deslocava-se para Nova Odessa em atendimento àquela Comunidade, os cultos na Concórdia foram alternadamente ministrados pelos pastores Jones Marlow e Carlos Kracke.

2009

Cumpriu o seu ano de estágio pastoral conosco, o bacharel Mateus Leonardo Lange. No mês de outubro, o Coral apresentou a Cantata “O Grande Banquete” e distribuiu 300 exemplares do livro “300 Mensagens”. Após 19 anos de atividades, decidiu-se encerrar pelo fechamento da ELCEI (Escola Luterana Concórdia de Educação Infantil) devido a inviabilidade de nos adequarmos a todas as atuais leis e normas exigidas pela Diretoria Regional de Educação.

2010

Estagiou conosco o teologando bacharel Matheus Schmidt, residindo no apartamento, logo após ter saído do mesmo o pastor Kracke, a quem a Congregação permitira residir temporariamente. Em junho deu-se inicio a reforma na casa pastoral, sendo a família do pastor Alaor deslocada para as dependências da ex-Escola.

 

2011

Fez o seu estágio na CELC o teologando Marcos Augusto dos Santos, casado com Silvane, nascendo-lhes um filho aqui no mês de setembro, João Victor. No mês de fevereiro o pastor Alaor retornou à casa pastoral, uma vez que as obras de reforma foram concluídas. Em maio a Congregação adquiriu um carro novo para o pastor servir-se dele no trabalho. Em setembro foi realizada uma Assembleia Geral extraordinária, na qual ficou decidido enviar Chamado para o Rev. Jones Timóteo Marlow como Pastor Assistente na CELC.

2012

Pastor Jones T. Marlow aceitou o Chamado, iniciando seu trabalho junto a CELC em 01 de fevereiro. A sua instalação ocorreu no dia 20 de maio de 2012. A programação ao longo do ano esteve sempre voltada aos 75 Anos da CELC, celebrados no mês de outubro, ocasião em que o Coro Concórdia executou com brilhantismo o “Réquiem de Gabriel Fouré”, acompanhado de Orquestra de cordas e piano.

2013

Os trabalhos prosseguiram normalmente. Os cultos e apresentações da Série de Concertos Concórdia continuaram sendo transmitidos on-line e deseja-se aprimorar cada vez mais essa iniciativa. A calçada externa foi refeita em toda a sua extensão, seguindo orientação da Sub Prefeitura. O Coro Concórdia abrilhantou o aniversário da CELC em outubro com a Cantata “Magnificat” de Vivaldi.

2014

Em 10 de maio faleceu o Rev. Ernesto Augusto Heine, com 98 anos e 10 dias. Foi velado na Igreja. Seu corpo descansa em paz no Cemitério Vila Euclides em S. Bernardo do Campo, SP, desde a tarde do dia 11 de maio de 2014. Os pastores Alaor e Jones deram início ao Projeto Capelania, em parceria com a Hora Luterana. A CELC encaminhou 80 cobertores e várias cestas básicas para a Santa Casa de Misericórdia S. Vicente de Paula, em Piracaia/SP.

2015

Em 20 de julho o pastor Jones T. Marlow pediu demissão por razões estritamente particulares e pessoais. O trabalho prosseguiu normalmente sob os cuidados do pastor Alaor, sendo interrompido apenas o Projeto Capelania. Em fins de setembro a Congregação trocou o carro. Em Assembleia Extraordinária realizada em 13 de setembro, foi emitido um Chamado em branco à IELB, para que nos designasse um pastor formando 2015. O respectivo Chamado foi dado ao pastor formando Rev. Anderson Magnus Candido, que o aceitou.

O que Cremos

  • Deus se revela na Bíblia Sagrada. Confiamos nela como a Palavra de Deus. Ela é a mensagem do amor de Deus e da esperança para todos.
  • Deus é um só. Ele existe em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
  • Deus é o Criador de tudo quanto existe.
  • Adão e Eva, os pais da humanidade, foram criados livres por Deus. Nessa liberdade, viviam de acordo com a vontade de Deus.
  • Adão e Eva desviaram-se da vontade de Deus e se opuseram a ela. Esta situação, a que todos estão sujeitos, é o que chamamos pecado.
  • Pecado é, portanto, qualquer desvio da lei ou vontade de Deus, como está expressa nos Dez Mandamentos. Jesus Cristo resumiu os Dez Mandamentos ao dizer: O cumprimento da lei é o amor.
  • É impossível ao ser humano cumprir essa lei e assim estabelecer relação correta e perfeita com Deus e sua vontade.
  • Por essa razão, Deus enviou o seu Filho ao mundo. Jesus é verdadeiramente Deus e pessoa humana. E, como tal, cumpriu a vontade de Deus em nosso lugar e morreu na cruz para pagar o castigo que merecemos. Deus aceitou esse pagamento e ressuscitou Jesus dentre os mortos. Jesus retornou à glória do céu na presença dos seus discípulos.
  • Por causa de Jesus, Deus nos declara perdoados. Esse perdão é para todos e em nada depende dos esforços humanos em agradar a Deus.
  • Aqueles que confiam nessa notícia do amor de Deus recebem de Deus os benefícios da obra de Jesus. Deus lhes atribuiu inocência e pureza em vista do trabalho de Jesus que foi realizado a favor de todos sem distinção de qualquer espécie.
  • Essa confiança ou fé na obra de Jesus é um presente, um dom de Deus concedido pela ação do Espírito Santo. O Espírito Santo promove essa fé em todos sempre que alguém atua em nome e de acordo com essa vontade salvadora de Deus.
  • Isso Deus decidiu e assim comunicou. Os meios pelos quais Deus comunica e aplica os benefícios da sua vontade salvadora são a sua palavra e os sacramentos do Santo Batismo e da Santa Ceia.
  • Por causa do mal, Deus decidiu que o mundo que conhecemos terá um fim. Deus preparou um novo mundo, livre do mal. Quando o mundo terminar, todos os mortos serão chamados à vida, e os que estiverem vivos serão transformados. Neste momento, acontecerá a grande separação: os que, em vida, rejeitaram a fé em Jesus ficarão eternamente apartados de Deus. Os que confiaram, estarão eternamente com Deus.
  • A Igreja Cristã é o conjunto de todas as pessoas que, em todos os tempos e lugares, têm esta fé no Deus Triúno e em Jesus Cristo como único Salvador.
  • Pela fé, Deus reúne essas pessoas para viverem e anunciarem os benefícios desta mesma fé. Esta reunião chamamos igreja ou comunidade cristã. Nessas comunidades de fé, as pessoas são mantidas na fé pela pregação e ensino fiel da mesma e pela administração fiel dos sacramentos.
  • As pessoas que vivem os benefícios dessa fé, motivadas por esse amor incondicional de Deus, organizam-se para repartir com o próximo aquilo que receberam de Deus em benefícios materiais, sociais e espirituais. Sabendo-se amparados e abençoados por Deus, procuram crescer em demonstrações de amor especialmente aos desprotegidos e desamparados.