Desafios

Caro contribuinte!

Fim de ano. Início de um novo ano. Período em que as Congregações refletem intensamente sobre como enfrentar os desafios que estão aí pela frente e evitar que a difusão do Evangelho de Cristo seja prejudicada.

Para isso, obviamente, a Igreja precisa de recursos, tanto humanos quanto materiais e financeiros. Sem os mesmos, como sustentar, manter e expandir a obra do reino de Deus?!

E sobre os recursos financeiros, nunca é demais lembrar que a Congregação possui somente uma fonte: As ofertas de seus congregados.

As ofertas são parte da nossa adoração e da nossa resposta ao grande amor de Deus, que nos supre com o perdão e todo o necessário para viver. Jesus fez a oferta de Sua Vida por nós e nós ofertamos a Ele nossas vidas e os diversos dons que Ele nos deu, inclusive, o dinheiro.

Somos imensamente gratos a todos os membros que, com sacrifício e amor, têm ofertado semanal e mensalmente para a obra do Senhor Deus.

Conclamamos os congregados a continuarem fiéis a todos os compromissos que assumiram com Deus, desde a aliança batismal e a ratificação da mesma no dia de sua confirmação e profissão de fé. E nisso tudo está inserida também a mordomia da oferta, que não pode ser ignorada e/ou desprezada.

O Orçamento da CELC/SP para o ano de 2016, estudado pela Diretoria e apresentado e aprovado na Assembleia Geral Ordinária dos membros votantes, em 20/12/2015, apresenta uma saída de R$ 406.141,00 com a esperança de uma receita de R$ 406.140,00. Este documento está disponível a todos os congregados, trazendo dados detalhados e transparentes. Por outro, como sempre tem feito, a tesouraria continuará informando periodicamente onde as nossas ofertas estão sendo aplicadas e como elas vão sendo administradas com responsabilidade e bom senso.

Lembrem-se do que o pastor expos na última Assembleia:

- Ofertas agradáveis são motivadas pelo amor e pela graça de

- Ofertas são voluntárias e são feitas na proporção das bênçãos

- Ofertas dos filhos de Deus são generosas e fazem parte Deus reveladas ao seu povoque cada um recebeu de Deus. As bênçãos divinas nunca falham e todos as recebem! Cuidemos para que o nosso voluntariado não se torne omisso. integral do Culto e adoração a Deus.

Nossos desafios são muitos! As oportunidades são inúmeras! Nós somos administradores dos bens que Deus nos confiou! Precisamos resolver.

Que Ele nos ilumine nas decisões e que nos abençoe para sermos bons mordomos e ótimos administradores de nossa vida e de nossos bens.

“Louvem ao Senhor. Deem ao Senhor a honra que ele merece; tragam uma oferta e entrem nos pátios do seu Templo.” - Salmo 96.7, 8.

Obrigado, mais uma vez, pelo seu apoio no sustento da Obra! Voltar